Arquivo da categoria: Noticia

Usado para marcar post como notícia

Sara Leites, a nutricionista a quem o Covid “roubou” o cortejo!

No “Memórias U.Porto:Finalistas Online” de hoje estivemos à conversa com Sara Leites,  alumna da Licenciatura em ciências da nutrição na Faculdade de Ciências da Nutrição e da Alimentação da Universidade do Porto. Ainda que a sua paixão pela nutrição só se tenha definido quando conheceu a sua interação com a genética no 12.º ano, esta esteve sempre presente, ilustrada pela escolha de culinária como atividade extracurricular na primária. No ano de se preparar para os festejos do terminar do curso, viu tudo ser adiado, incluindo a última oportunidade de poder participar no cortejo, algo que tanto ansiava. A defesa da tese decorreu online e, apesar da falta dos tradicionais festejos académicos, não ficou sem a celebrar com as amigas que a acompanharam de perto nesse percurso.

Para conhecer o percurso da Sara acompanhe-nos em: https://up.pt/casacomum/alumni-mundus/

Este é o “Alumni Mundus”, o podcast que pretende mostrar-vos o Mundo dos Alumni UP.

“Alumni Mundus” é uma série de podcasts que vai abordar diferentes temas e que pretende dar a conhecer a vida e os percursos dos Alumni da Universidade Porto. Este projeto é uma iniciativa do Gabinete Alumni da Reitoria, dos Gabinetes Alumni da Faculdade da Engenharia e do Gabinete de Comunicação e Imagem da Faculdade de Desporto, com a participação de todas as unidades orgânicas da Universidade do Porto e o apoio da Faculdade de Ciências e da Casa Comum. Na quarta série “Memórias U.Porto: Finalistas Online”, vamos contar as histórias de antigos estudantes que concluíram os seus estudos durante a pandemia e perceber de que forma é que esta influenciou as suas vidas pessoais e profissionais e que perspetivas têm para o futuro.”

Projeto Travessias – Entre psicologia Junguiana e literatura

A Área Alumni da U.Porto em colaboração com a Profª Gissele Alves da Universidade de Brasília e Embaixadora Alumni de Intercâmbio, vem por este meio convidar os colaboradores, docentes, investigadores, alunos e alumni da Universidade do Porto a participarem Projeto Travessias. Este projeto é um espaço-tempo aberto à partilha de interconhecimentos. Serão 8 encontros entre abril e novembro, um evento a cada mês de aproximadamente 1h.

Cada evento terá como foco um convidado – sua origem, seus percursos e projetos acadêmico-profissionais, mas não só…

Venha fazer connosco Travessias!

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias. Inscreva-se aqui.

Podcast | João Guedes aventura-se no primeiro emprego em modo virtual

Hoje apresentamos João Guedes no “Memórias U.Porto:Finalistas Online”. O alumnus da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto terminou o Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas em 2021. Natural do Porto, encontra-se atualmente a trabalhar em Marketing na área de Oncologia de uma multinacional da indústria farmacêutica em Lisboa. João foi Presidente da Federação Internacional dos Estudantes de Farmácia (do inglês, IPSF), que representa 500.000 estudantes de farmácia e ciências farmacêuticas em mais de 100 países do mundo. Envolveu-se no associativismo através da AEFFUP – a Associação de Estudantes da FFUP – e colaborou com a Associação Cura+ durante 3 anos. O ex-estudante recebeu o Prémio Incentivo U.Porto para o aluno da FFUP com melhor média no final do 1º ano. Nos tempos livres gosta muito de ler e interessa-se principalmente pela área da saúde (nomeadamente, saúde pública, ensino e saúde digital) e também por filosofia.

Para conhecer o percurso do João acompanhe-nos em: https://www.up.pt/casacomum/alumni-mundus/5-joao-guedes/

Este é o “Alumni Mundus”, o podcast que pretende mostrar-vos o Mundo dos Alumni UP.

“Alumni Mundus” é uma série de podcasts que vai abordar diferentes temas e que pretende dar a conhecer a vida e os percursos dos Alumni da Universidade Porto. Este projeto é uma iniciativa do Gabinete Alumni da Reitoria, dos Gabinetes Alumni da Faculdade da Engenharia e do Gabinete de Comunicação e Imagem da Faculdade de Desporto, com a participação de todas as unidades orgânicas da Universidade do Porto e o apoio da Faculdade de Ciências  e da Casa Comum. Na quarta série “Memórias U.Porto:Finalistas Online”, vamos contar as histórias de antigos estudantes que concluíram os seus estudos durante a pandemia e perceber de que forma é que esta influenciou as suas vidas pessoais e profissionais e que perspetivas têm para o futuro.”

Circulo Universitário do Porto

CONVERSAS CIRCULARES – HOMENAGEM A JOSÉ GRADE

As “Conversas Circulares” do Círculo Universitário do Porto (CCC) começam no dia 28 de abril, às 18h00, com uma homenagem ao professor José Grade (1931-2021). Professor Jubilado da Faculdade de Arquitetura, foi determinante no entendimento do ensino do Desenho no Curso de Arquitetura da ESBAP e, mais tarde, da FAUP.

A Rui Tavares, professor na FAUP, e Bárbara Costa, atual diretora do Círculo Universitário, cabe a responsabilidade de coordenar esta primeira CCC.

Inscreva-se em alumni@reit.up.pt



“O Círculo Universitário do Porto foi criado em 1985, por ideia de Alberto Amaral, então Reitor da Universidade do Porto.

A ideia de um Clube da Universidade esteve na base de todo o Projecto Institucional e, desde a primeira hora, contou com a participação de Fernando Távora, como arquitecto, para a adaptação do Palacete Conselheiro Araújo/Casa Primo Madeira, sito na Rua do Campo Alegre, n.º 877. Este destacado edifício, pertença da Universidade do Porto, integra um importante conjunto, maioritariamente edificado no século XIX, que caracteriza a estrutura urbana e arquitectónica do Eixo do Campo Alegre, juntamente com, por exemplo, a Casa Burmester (actual Casa dos Livros) ou a Casa Anderson (Galeria da Biodiversidade), todos eles pertencentes à Universidade do Porto. Já na posse da Universidade, o conjunto edificado designado Círculo Universitário do Porto foi reconstruído, entre 1986 e 1988, por projeto do arquiteto Fernando Távora. Em 1990, este projeto foi galardoado com o Prémio João de Almada, de recuperação do património arquitetónico da cidade do Porto. O jardim romântico, de inspiração inglesa, também foi remodelado e adaptado pelo arquiteto paisagista Francisco Caldeira Cabral (1908-1992).

Encerrado em 2013, devido a um incêndio que atingiu o telhado do edifício, o Círculo regressou à atividade em Fevereiro de 2016, com a designação de Clube Universitário do Porto.

Atualmente o Círculo Universitário do Porto é a “nova casa” dos Alumni para eventos ou apenas para convívio.

Quando, em 1985/86, Alberto Amaral e Fernando Távora se interrogaram sobre quem poderia dirigir tal Projecto funcional, o nome de José Grade surgiu de imediato, dada a reconhecida capacidade do Professor José Grade para orientar e dirigir, demonstrada em já longos anos na gestão da componente do Curso de Arquitectura, que integrava a Escola Superior de Belas Artes, sediada no Palacete Braguinha, ao Jardim de S. Lázaro – a Escola de São Lazaro, como sempre foi conhecida.

Desde o momento em que assumiu o cargo, até 2013, o Professor José Grade foi a alma do Círculo Universitário. Tudo passou pela sua ideia, pelas suas mãos, pela sua constante atenção a todos os pormenores, pela sua capacidade de adaptar a acção do Circulo, na parte de restaurante “leve” (como ele chamava à adaptação das antigas cavalariças a um self-service muito especial, criado para os seus sócios almoçarem todos os dias, adaptação essa que passava por nunca esquecer o dia de S. João, por exemplo – no jardim, fronteiro às cavalariças, era montado um assador de sardinhas que podia ser manipulado pelos comensais, assim como era montada uma agradável esplanada sempre que o tempo o permitia.

Além das funções de restaurante diário, foi ainda criada uma outra área de restauração mais cerimoniosa, no interior, bem como um adequado e bem estratégico aproveitamento de todo o Jardim para eventos de maior grandeza (Banquetes), em tenda própria de grande capacidade.

Tudo no Círculo Universitário passava pela personalidade criativa, organizativa e de excepcional gestão do Professor José Grade.

É, assim, por tudo o que fez e que nós retemos na nossa memória, muito justa a Homenagem que a Universidade do Porto e a actual Direcção do Círculo Universitário – agora designado por Clube Universitário do Porto, como Alberto Amaral pensou – promove ao Professor José Grade.

Sejam todos Bem-Vindos, como sempre José Grade desejou e recebeu na porta do “seu” Círculo.

Honremos a sua memória e façamos dela uma boa companheira para as nossas vidas. Assim o desejou, creio que sem qualquer dúvida, José Grade.”

ruitavares.08/04/2022

Nota: O autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico

São oradores:
▪ Reitoria (Reitor, Professor Sousa Pereira; Pró-Reitor, Professor João Correia da Silva)
▪ Alberto Amaral, Ex. Reitor da U.P.
▪ Rui Tavares, Coordenador da Iniciativa
▪ Joaquim Vieira, ex-companheiro no Ensino do Desenho
▪ Sérgio Fernández, ex-companheiro da Casa Gótica
▪ Rui Centeno, membro da Direção do Círculo
▪ Helena Albuquerque, membro da Direção do Círculo
▪ José Manuel Lopes, membro da Direção do Círculo
▪ Armando Coelho, membro da Direção do Círculo
▪ José Ferreira Gomes, ex. Vice-Reitor da UP e atual Reitor da UMaia
▪ Francisca Alves Costa, afilhada
▪ Armando Malheiro, sócio e frequentador do Círculo

A Sessão contará, ainda, com outros convidados que estiveram presentes na vida de José Grade e/ou na vida do Círculo Universitário.

Será realizado um Porto de Honra e um Brinde em Memória de José Grade no encerramento da Homenagem.

© fotografia de Joaquim Vieira
© recorte de fotografia de Duarte Belo

Projeto Travessias

A Área Alumni da U.Porto em colaboração com a Profª Gissele Alves da Universidade de Brasília e Embaixadora Alumni de Intercâmbio, vem por este meio convidar os colaboradores, docentes, investigadores, alunos e alumni da Universidade do Porto a participarem Projeto Travessias. Esteprojeto é um espaço-tempo aberto à partilha de interconhecimentos. Serão 8 encontros entre abril e novembro, um evento a cada mês de aproximadamente 1h.

Cada evento terá como foco um convidado – sua origem, seus percursos e projetos acadêmico-profissionais, mas não só…

Venha fazer conosco Travessias!

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias. Inscreva-se já: https://tinyurl.com/projetotravessias

O primeiro encontro será já dia 13 de abril. Nosso convidado, Paulo Victor Fanaia Teixeira, Mestre em Sociologia pela FLUP, partilhará connosco um pouco de suas travessias por projetos pessoais, profissionais e acadêmicas.

Carlos Reis, pintor com olhar “clínico”

No Alumni Mundus de hoje vamos conhecer melhor Carlos Reis, alumnus do Mestrado Integrado em Medicina do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.

Natural de São João de Vêr, considera-se malapeiro de raiz. Durante os anos de curso foi um estudante muito ativo, tendo feito parte da comissão de curso e da associação de estudantes e no último ano de curso ( 2016-2017) realizou um intercâmbio na Universidade Estadual de Maringá, Paraná, Brasil no âmbito do Programa ERASMUS+.  Iniciou a sua carreira médica no Hospital São João como interno de ano comum prosseguindo para o internato de especialidade de Medicina Geral e Familiar em Gondomar. Paralelamente à sua carreira académica, seguiu uma formação artística na área de pintura, uma paixão que nasceu em criança e que tem perdurado até aos dias de hoje. E tem sido esta veia artística que lhe tem valido algumas peripécias… como quando por exemplo, numa das  suas muitas viagens em busca de materiais para artesanatos  sofreu um ataque de uma matilha de cães em pleno inverno com direito a mergulho no mar… mas para saber como acabou esta aventura tem mesmo que ouvir o podcast!

Para conhecer melhor este médico e artista acompanhe-nos em: https://www.up.pt/casacomum/alumni-mundus/7-carlos-reis/

Rita Mier, uma arquiteta de luz ao ritmo da dança

Hoje vamos conhecer Rita Mier no “Saberes além da U. Porto”. Nasceu na cidade Invicta e licenciou-se em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto em 2008. Durante o curso fez um ano de intercâmbio na FAU-UFRJ, no Rio de Janeiro. Concluiu o mestrado na FAUP em 2011 e na FAU-USP em São Paulo em 2016, especializando-se na área da iluminação artificial e sua interação com o espaço construído e o ser humano, uma paixão despoletada no último ano da licenciatura, quando participou na produção de Workshops internacionais como o ‘Cinemarchitecture’ e o ‘Designing Light’. Iniciou o seu percurso profissional como arquiteta, tornou-se lighting designer e, desde 2015, que se dedica à expansão internacional da marca portuguesa de iluminação O/M (Osvaldo Matos). Passou por Lisboa, Madrid, São Paulo e atualmente reside no Rio de Janeiro, com o marido e a filha de 3 anos. A somar à paixão pela luz e pelas viagens, desde criança que não vive sem a música e sem a dança…

Estudou música ao longo de 15 anos na Escola Silva Monteiro. Entrou na Academia de Bailado Clássico Pirmin Treku com 9 anos de idade e em 2003 completou o último grau, Avançado II, do Método Cecchetti. Considera que o Pirmin Treku foi uma escola para a vida, onde desenvolveu importantes aptidões artísticas, mas também de carácter e formação como pessoa. Participou em diversos espetáculos nos teatros portuenses, como o Carlos Alberto, o Rivoli ou a Casa Música e recorda com entusiasmo e saudade a participação no bailado “Quebra-Nozes” com a Companhia Nacional de Bailado e os cursos em Portugal e Inglaterra, como o “Yorkshire Ballet Seminars” que frequentava nas férias de verão.

Para conhecer melhor a arquiteta e dançarina Rita Mier a acompanhe-nos em: https://www.up.pt/casacomum/alumni-mundus/6-rita-mier/

Este é o “Alumni Mundus”, o podcast que pretende mostrar-vos o Mundo dos Alumni UP.

“Alumni Mundus” é uma série de podcasts que vai abordar diferentes temas e que pretende dar a conhecer a vida e os percursos dos Alumni da Universidade Porto. Este projeto é uma iniciativa do Gabinete Alumni da Reitoria, dos Gabinetes Alumni da Faculdade da Engenharia e do Gabinete de Comunicação e Imagem da Faculdade de Desporto, com a participação de todas as unidades orgânicas da Universidade do Porto e o apoio da Casa Comum. Na terceira série “Talentos Além da U.Porto” , fomos procurar  e ouvir as histórias de antigos estudantes que encontraram um talento em áreas e temas muitos diferentes da sua formação e  profissão.

Luís Gomes, humorista entre bits e bytes

No “Saberes além da U.Porto” de hoje vamos conhecer Luís Gomes, alumnus da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).  Nasceu no Pinhão, mas vive desde os 12 anos em Vila Nova de Gaia. Sempre quis ser engenheiro informático e em 2008 ingressou no Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação. Durante o curso colaborou com a Engenharia Rádio e fez parte de alguns grupos estudantis como a AEFEUP. E foi também durante a faculdade, em 2013, que teve o seu primeiro contacto com o stand up comedy. Chegou a trabalhar como investigador na área de data mining, mas o fascínio pelo humor, principalmente pelo humor “negro,” e a influência do programa “Levanta-te e ri” levaram-no a tentar a sorte como comediante. Já partilhou os palcos com grandes nomes do panorama do humor português. Em 2016 foi convidado para fazer parte do lineup do palco Caixa, dedicado exclusivamente à comédia, no Festival MEO Marés Vivas. Em 2017, fez parte da equipa de guionistas do Roast a Álvaro Costa realizado no Teatro Sá da Bandeira, tendo desde aí escrito para (quase) todos os grandes Roasts que se realizaram em Portugal: Roasts a Fernando Rocha, Miguel 7 Estacas, TOY e José Castelo Branco. Começou a trabalhar como guionista para outros humoristas, desde escrever textos de standup a sketches. Em 2019, foi co-autor, juntamente com o Fernando Rocha, de uma rubrica de humor na Rádio Estádio chamada “Estádio de Graça”. Em 2020, estreou um programa no Youtube chamado Copo Meio Cheio, cuja primeira temporada contou com mais de meio milhão de visualizações. Para além disso, mantém um formato de crónicas regular em texto e vídeo chamado “Nem sabes de onde elas caem”, assim como um podcast de seu nome “É o que é”. Presença regular no programa Pi100Pé do Fernando Rocha, faz espetáculos de stand up comedy, apresenta galas e festivais e trabalha como guionista.

No meio de tanto humor, ainda conseguiu co-fundar a ikuTeam, uma empresa onde é CTO.

Para conhecer melhor Luís Gomes e a sua veia humorística, acompanhe-nos em: https://www.up.pt/casacomum/alumni-mundus/5-luis-gomes/

Este é o “Alumni Mundus”, o podcast que pretende mostrar-vos o Mundo dos Alumni UP.

“Alumni Mundus” é uma série de podcasts que vai abordar diferentes temas e que pretende dar a conhecer a vida e os percursos dos Alumni da Universidade Porto. Este projeto é uma iniciativa do Gabinete Alumni da Reitoria, dos Gabinetes Alumni da Faculdade da Engenharia e do Gabinete de Comunicação e Imagem da Faculdade de Desporto, com a participação de todas as unidades orgânicas da Universidade do Porto e o apoio da Casa Comum. Na terceira série “Talentos Além da U.Porto” , fomos procurar  e ouvir as histórias de antigos estudantes que encontraram um talento em áreas e temas muitos diferentes da sua formação e  profissão.

Ada Rocha, uma remadora com veia de nutricionista

No episódio de hoje do  “Saberes além da U.Porto” apresentamos Ada Rocha, alumna da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP) e praticante de remo  desde os 17 anos no Clube dos Galitos em Aveiro, cidade onde nasceu. Ada doutorou-se em Biotecnologia pela Universidade  Católica Portuguesa e começou a trabalhar como Professora Auxiliar na FCNAUP em 1998, onde atualmente é Professora Associada. Trabalhou como nutricionista em hospitais, empresas de alimentação coletiva, IPSS, Câmaras Municipais, na Federação Portuguesa de Remo e em alguns clubes desportivos como o Futebol Clube do Beira Mar e o Clube dos Galitos.

Durante 20 anos viajou  diariamente de comboio entre a sua cidade natal e o Porto, mas há dois anos decidiu vir viver com a filha mais nova, que veio estudar para a Invicta. Ada passou ainda por São Paulo, no Brasil, onde viveu com a família entre os 12 e aos 16 anos. E foi pouco depois, quando regressou a Aveiro, que encontrou no remo a verdadeira paixão, uma paixão com 40 anos, que já lhe  valeu a  participação e a vitória em competições nacionais (vária s vezes campeã nacional em skiff, double scull, quadri scull e oito, em provas de fundo e de velocidade), e em algumas provas internacionais , como a medalha de prata em Ghent em quadri scull em 1990. Para conhecer melhor a Ada Rocha  e o seu talento , acompanhe-nos em: https://up.pt/casacomum/alumni-mundus/